Close Window

Ajuste de Polinômio para Dados do Índice de Área Foliar da Floresta de Transição Amazônia-Cerrado

Segudo Durval Pereira Rezende, UFMT, floresteiro@terra.com.br (Presenting)
Francisco de Almeida Lobo, UFMT, f_a_lobo@yahoo.com.br
Andrea Carla Dalmolin, UFMT, andreacarlad@gmail.com
Paulino Bambi, UFMT, pabambi@gmail.com
Carmen Eugenia Rodrígues Ortíz, UFMT, cerortiz@yahoo.com.br

As folhas são órgãos fundamentais nos estudos do intercâmbio gasoso e do ciclo de carbono nos ecossistemas, uma vez que são responsáveis pelos processos fotossintéticos, de transpiração e são os maiores contribuintes na composição da serrapilheira. Nesse sentido, a análise da dinâmica anual do índice de área foliar, por meio de ajustes de curvas de regressão, se apresenta como uma ferramenta de análise de grande utilidade prática. Considerando esses aspectos, o presente trabalho teve como objetivo verificar a possibilidade de ajustes de curvas de regressão aos dados originais do índice de área foliar, obtidos a partir da interceptação da radiação fotossinteticamente ativa, de acordo com o método proposto por Monsi & Saeki (1953), para uma área de floresta de transição entre a Amazônia e o Cerrado, em Sinop, Mato Grosso. A análise dos dados obtidos revelou que foi possível ajustar um polinômio do quarto grau para a estimativa do índice de área foliar (IAF) em função do dia juliano (t) tanto para o ano de 2002 (IAF = -33,58 x 10-10 t4 + 23,12 x 10-7 t3 -43,36 x 10-5 t2 + 17,08 x 10-3 t + 3,12; R2 = 0,8567), quanto para o de 2003 (IAF = -42,02 x 10-10 t4 + 29,12 x 10-7 t3 - 54,36 x 10-5 t2 + 21,11 x 10-3 t + 3,91; R2 = 0,8371). Estes resultados possibilitam o emprego destas curvas para posteriores trabalhos, sobretudo de modelagem, que necessitem de dados instantâneos do índice de área foliar nesse ecossistema.

Science Theme:  LC (Land Use and Land Cover Change)

Presentation Type:  Poster

Abstract ID: 61

Close Window