Fechar Janela

LC-39 Resumo

Redução das incertezas associadas as emissões de carbono a partir de queimadas antrópicas utilizando dados MODIS: da escala local a global

Ruth DeFries-Bajpai — Columbia University (US-PI)
Yosio Edemir Shimabukuro — INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (SA-PI)

Estudos relacionados a modelagem atmosférica e do ciclo do carbono vem atribuindo crescente importância às queimadas antrópicas como fonte de carbono para a atmosfera e como um elemento fundamental contribuindo para a variabilidade inter-anual dos fluxos de carbono a partir da biosfera. Estimativas anteriores do carbono emitido a partir de queimadas estão baseadas em dados de satélite de baixa resolução e não consideram os diferentes regimes de fogo associados ao uso da terra nem as variações de biomassa na área representada por cada célula do modelo. Vários grupos se empenharam em estimar as emissões a partir queimadas em escalas globais, utilizando para isso métodos baseados em dados de baixa resolução e seus resultados variam por um fator de dois. Nós propomos utilizar dados MODIS e o modelo biogeoquímico CASA, ambos baseados na resolução de 250m, em duas áreas testes ­ cada uma cobrindo a extensão de um quadrante MODIS (aproximadamente 10 x 10 graus). As áreas selecionadas se situam no sul da Amazônia e em Kalimantan, duas regiões caracterizadas por rápida dinâmica de uso da terra onde o fogo é amplamente difundido como ferramenta de manejo. Análises detalhadas destas duas áreas testes irão permitir determinar as incertezas presentes nas estimativas baseadas em dados de baixa resolução. As análises propostas permitirão também particionar as emissões de carbono provenientes de diferentes atividades, i.e., conversão de florestas versus manutenção de áreas previamente convertidas para pastagem ou plantação de palmas. Essa separação é necessária para se poder determinar com precisão a contribuição das emissões de carbono a partir de queimadas, uma vez que atividades de conversão correspondem a fontes líquidas de carbono enquanto atividades de manutenção são balanceadas através da re-assimilação do carbono emitido durante as estações subsequentes de plantio/rebrota. A partir dos modelos de alta resolução, métodos serão desenvolvidos para escalonar as estimativas de carbono emitido a partir atividades de uso da terra em escala regional para a escala global. Os resultados provenientes do modelo de alta resolução deverão servir também como base para o estudo das emissões resultantes de cenários futuros relacionados ao uso da terra nas regiões tropicais. O trabalho proposto se ampara em pesquisas anteriores desenvolvidas nas áreas de estudo selecionadas que produziram conhecimento da dinâmica regional assim como em estudos prévios financiados pela NASA visando a modelagem global das emissões de carbono.

Close Window