Fechar Janela

LC-35 Resumo

Análise de longo-prazo da dinâmica do fogo e seus impactos na Amazônia utilizando observações integradas de múltiplos sensores

Ivan Andras Csiszar — NOAA/NESDIS Center for Satellite Applications and Research (US-PI)
Karla Maria Longo — Istituto Nacional de Pesquisas Espaciais (SA-PI)

Fogo em vegetação é um importante processo contribuindo para questões de uso e de mudança da cobertura da terra em escalas globais e em particular na região Amazônica. Sensores satelitais provêem informação valiosa sobre fogo, no entanto, sua aplicação para estudos quantitativos é ainda limitada devido a variações nos próprios sensores e entre sistemas distintos. Como resultado, não existem no momento registros uniformes sobre a atividade de fogo de longo prazo disponível para a comunidade científica. Resultados importantes gerados durante as fases I e II do programa LBA-ECO possibilitaram melhorias no entendimento dos eventos de fogo em vegetação observados a partir de sensores satelitais, e esse conhecimento adquirido pode agora ser utilizado para reavaliar métodos tradicionais a fim de criar conjuntos de dados mais robustos para a região e para quantificar com maior precisão as consequências do fogo em termos do manejo do uso da terra e das emissões de carbono. O estudo proposto estará baseado na criação de um registro de dados de fogo padronizados para a Amazônia derivados de múltiplos sensores satelitais, e na aplicação dos dados resultantes para a quantificação dos impactos na região. Na primeira fase do projeto, dados do satélite GOES leste serão reprocessados utilizando um método atualizado de detecção e caracterização de fogo (versão 6.0 do algoritmo WF_ABBA) que produz menos erros, junto com a produção de um produto de nuvens melhorado que será utilizado em conjunto com os dados de detecção para auxiliar na caracterização dos regimes de fogo na região. Esta abordagem permitirá aumentar a série temporal de dados GOES passando da período atual que cobre 2000-presente (versão 6.0) para 1995-presente, com a qual análises de tendência poderão ser melhor abordadas. Acesso aos registros de fogo de longo prazo GOES ficará aberto para a comunidade científica (LBA e outros) através de um banco de dados disponibilizado em rede. Paralelo ao processamento do produto WF_ABBA, o algoritmo desenvolvido pelo INPE para detecção de fogo em tempo real também será implementado e os méritos dos dois métodos de processamento avaliados. Na segunda fase do projeto é proposta uma análise extensiva de inter-comparação de dados visando estudar a relação entre diferentes produtos de fogo derivados de satélite. Essa componente do projeto irá incluir a adaptação da metodologia de validação da detecção de fogo MODIS desenvolvida como parte do projeto LC-23 'Quantificação da Acurácia dos Produtos de Fogo MODIS e Definição de suas Relações com a Dinâmica de Cobertura da Terra', baseada em imagens ASTER coincidentes. Nós iremos desenvolver uma técnica mais genérica que irá permitir avaliar qualquer produto de fogo derivado de sensores de resolução moderada (primariamente GOES nesse estudo) baseada em imagens de alta resolução adquiridas quase simultaneamente; assim como comparar os produtos validados com aqueles de sensores em que imagens de alta resolução não se encontram disponíveis (i.e., AVHRR). As relações entre produtos de resolução baixa e moderada irão ser definidas utilizando métodos de fusão de dados para a criação de um mapa descritivo do ciclo diurno do fogo que possa ser usado para modelar variáveis dependentes do tempo (e.g., emissões). Estimativas de área, temperatura, e intensidade radiativa do fogo, importantes parâmetros relacionados com a eficiência de queima da biomassa e com valores de emissão, serão implementadas usando o conjunto de sensores selecionados para este estudo. A terceira fase do projeto irá abordar os impactos causados pelo fogo em vegetação na região Amazônica. Os produtos de fogo com série temporal extendida serão usados para gerar mapas melhorados de distribuição espacial e temporal da atividade de fogo os quais, em conjunto com outros parâmetros (e.g., dados de desmatamento), poderão auxiliar no conhecimento das práticas de manejo da terra e de suas consequências para o meio ambiente. Estudos de modelagem de emissão também serão conduzidos na fase final do projeto a partir da ingestão de dados produzidos nas fases anteriores nos modelos de previsão. Dados de fogo das séries melhoradas serão assimilados pelo modelo de emissão do CPTEC/INPE e uma série longa de 10 anos de emissão resultante da queima de biomassa será gerada.

Close Window