Fechar Janela

LC-16 Resumo

Os efeitos da exclusão de chuva na fenologia do dossel, dinâmica da água, nutrientes e carbono, e sobrevivência de plantas do Cerrado – projeto Seca-Cerrado

Eric A. Davidson — WHRC - Woods Hole Research Center (US-PI)
Carlos Augusto Klink — UnB - Universidade de Brasília (SA-PI)

Resumo da proposta









            Secas

severas tem se tornado comuns nas regiões tropicais nos anos recentes e

possivelmente tornar-se-ão mais frequentes no futuro.  As imagens recentes de grandes extensões da Amazônia e do Cerrado

sendo queimadas nos últimos anos ainda permanecem vivas em nossa memória.  O

Cerrado, apesar de ser um bioma

caracterizado por vegetação que explora água e nutrientes estocados no solo

profundo, tem sofrido transformações de uso da terra de grande abrangência

geográfica, que tem levado a modificações na estrutura e funcionamento dos

ecossistemas.  Modelos ecológicos de

predição de alterações climáticas mostram que a substituição da vegetação

nativa por monoculturas de pastagens plantadas podem modificar os padrões

pluviométricos e a  frequência de

períodos de veranico no Brasil central. 

Estas alterações climáticas podem modificar o equilíbrio entre espécies

lenhosas que possuem raízes profundas  e

espécies herbáceas e gramíneas que possuem raízes superficiais. Os aumentos da

temperatura global e concomitante diminuição da precipitação devem aumentar

ainda mais a dominância de gramíneas em detrimento da vegetação lenhosa do

Cerrado com raízes profundas.  A

vegetação do Cerrado é capaz de extrair água e nutrientes das camadas profundas

do solo durante grande parte do ano, mesmo durante o período de seca; isto faz com

que o dossel da vegetação continue transpirando.  A recarga de água no solo após um período prolongado de seca é

fundamental para a manutenção do ecossistema e em períodos de seca prolongada,

como observado no último evento El Niño de 1997/1998, esta recarga do solo pode

não ocorrer levando a um estresse hídrico mais pronunciado.  A distribuição vertical das entradas de

carbono via raízes, bem como os reservatórios de carbono no solo podem também

ser substancialmente modificados.  Neste

projeto de pesquisa, propomos testar estas predições no Cerrado, promovendo a

redução experimental da chuva em uma área de Cerrado natural na Reserva

Ecológica do IBGE (protegido do fogo por mais de 20 anos), construindo um

abrigo sobre a vegetação com teto removível. 

Para entender os efeitos da exclusão da chuva na estrutura e

funcionamento da vegetação, estudaremos a fenologia do dossel, crescimento e

mortalidade de plantas lenhosas, produção e qualidade nutricional da liteira,

mineralização de nitrogênio e biomassa microbiana, taxa de retranslocação de

nutrientes em espécies lenhosas, produção e distribuição de raízes e respiração

do solo.  Estes estudos serão

correlacionados com as medidas de água no solo que serão tomadas utilizando a

metodologia que já vimos aplicando em poços profundos.  Compararemos os resultados obtidos na

parcela experimental com uma parcela “controle”.











última modificação: 04/18/02 08:59:16 AM


email de contato:

lbaeco-info@lba-email.gsfc.nasa.gov



responsável na NASA: Dr. Darrel Williams, Code 923


Declaração

Legal de Privacidade do website



da

NASA

Close Window